Sobre Caravallio

Residência de arte COMUNITARIA

Arenaza / Lincoln /  Argentina

out/nov de 2016

Em setembro de 2016 fui convidada a participar da 1ª Residência Internacional de Arte Contemporânea COMUNITARIA, em Lincoln, na Argentina. A residência aconteceu de 31 de outubro a 13 de novembro, nas 11 localidades que integram o Partido de Lincoln, a noroeste da província de Buenos Aires. Foram ao todo selecionados 11 artistas que distribuídos nas localidades desenvolveram um projeto junto ˙a comunidade. 

Arenaza foi a localidade onde me hospedei e desenvolvi o projeto,  durante 8 dias consecutivos.

A partir da percepção que tive do lugar e das pessoas que ali vivem, desenvolvi dois projetos paralelos, um foi produzir um produto lácteo local, feito colaborativamente com os moradores, desde a receita do produto ˙a criação do rótulo e envasamento. E o outro projeto, que está em andamento, é a produção de uma publicação do livro de um artesão local, o Natividad Caraballo, que até então era desconhecido por muitos dos moradores.

Esses dois projetos,˙a primeira vista, se divergem, mas na verdade as duas ideias partiram de um mesmo fio condutor. Enquanto estive em Arenaza pude observar a rotina dos moradores e notei que muitos crescem, aprendem e vivem em função de empresas de laticínios que rodeiam a localidade. Observei, quando visitei a escola, que desde cedo a pessoa é educada objetivando exercer futuramente uma função de trabalho que nem ela mesma tem conhecimento do que seria,  percebi que são castradas a sonhar e a idear a possibilidade de um outro tipo de trabalho, de ocupação, de vida. Acasualmente, durante os dias em que estive em Arenaza, conheci o artesão Natividad que também já exerceu os muitos trabalhos em empresas aos arredores de Arenaza. Hoje, já aposentado, ele se dedica apenas a criação de suas peças, instrumentos musicais e ferramentas baseadas em muito do que vivenciou nas práticas na fábrica, na Sala das Máquinas, em livros de mecânica e dicionários ilustrados.

A idéia de fazer uma publicação de Natividad veio da vontade de documentar a atividade de criação de uma pessoa que de alguma forma se distanciou de atividade alienadora, mas que ainda levou consigo de maneira evidente, na criação, muito do que aprendeu durante todo o tempo em que esteve nesse trabalho. Este livro, depois de pronto ( outubro/ 2017) ficará disponível na Biblioteca Municipal de Arenaza, representando Natividad como um artista de Arenaza.

 

A iniciativa foi gestionada pela Secretaria de Cultura e Educação de Lincoln, a Direção Geral dos Museus do partido de Lincoln e Associação de Arte e Cultura de Lincoln em colaboração com Cooperativa de Arte e Curatoría Forense - Latinoamérica.

 

 Ateliê de Natividad Caraballo com peças e ferramentas criadas por ele e recebe visita dos alunos no 3º ano do Ensino Médio da Escuela Secundaria Nº 2 Paula Albarracini 

 Criação do rótulo e preparação das vasilhas para armazenagem do iogurte produzido em colaboração com a comunidade.

Imagens ao lado: as casas de Marcela Todino e Alicia Turquieto, que receberam e "abraçaram" o projeto disponibilizando além de esforços seus locais para trabalhar.

Abaixo: Produção do iogurte junto com moradores e alunos do 3º ano do Ensino Médio na cozinha da sala de aula da Escuela Secundaria Nº 2 Paula Albarracini, Arenaza. Dentro dos potes de iogurte também foram acrescentadas geléias e doces produzidos por moradores.

Todas as vasilhas foram arrecadas, e depois de envasado e rotulado, os iogurtes foram distribuídos para a comunidade durante uma festa típica infantil, organizada pela Escola primária, na praça central de Arenaza.